segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Desabafo!


Sei que filho dá trabalho, duas crianças então, nem se fale!

Sei o quanto me consumirá, sei que amamentar não é fácil e na maioria das vezes tudo não acontece como imaginamos que vai ser! E sei que apesar de tudo isso ainda vou me surpreender em ver que não é nem tudo como estou dizendo!

Quer me aconselhar?! Por favor, faça! Mas me permita decidir e escolher o que do seu conselho é prático pra mim e o que parece-me ser a melhor escolha.
Ando percebendo que ser mãe é fazer escolhas todos os dias, então, embora eu seja uma mãe de primeira duas viagens, me permita escolher e aprender com isso! Mostre-me o caminho, mas me permita traçá-lo. Deixe-me aprender com a minha própria experiência, lhe agradeço profundamente.

Quer me contar sua experiência como mãe?! Acho maravilhoso!!! Amo ouvir relatos, seja bom ou ruim acredite, não me assusta! Muito pelo contrário, isso vai e está me ajudando a me preparar, mas não imponha sua experiência como algo que também acontecerá comigo.

Sei que não dormirei, sei que vou precisar de ajuda (embora eu esteja bem relutante a isso, confesso) mas gostaria que, por gentileza, me permita pedir ajuda. Graças a Deus, não sou uma pessoa orgulhosa! Sou muito chorona e fraca, muitas vezes, confusa, indecisa e até teimosa, quem me conhece sabe, mas me permita dizer isso a você quando me sentir assim e quando eu julgar ser necessário.

Não encare minhas respostas ou minhas reações,  expressões como algo grosseiro, muitas vezes me dizem o que querem sendo com a intenção de ajudar ou não. Então, também me vejo no direito de lhe responder, assim como você se sentiu no direito de me falar e muitas vezes, na maioria delas, sem me perguntar se podia.

Grávidas são sensíveis?! Estou percebendo! hahahaha
Sei que não justifica, mas gostaria que respeitassem meu momento. Acredite, muito do que sinto não é frescura de grávida!
É tudo muito novo, será ainda tudo muito novo.

Pitacos......ah como a gente ouve né?! ainda estou com quase 3 meses e  estou tendo que engolir muita coisa! Principalmente dos que ainda não tem filhos e já tem seu conceito traçado e nos condenam por nossa opinião. Não vou julgar, porque mesmo antes de eu ser mãe (pois  me considero sim!) eu também, por ler muito, tinha minhas idéias formadas. O que é ótimo! Porque muito do que eu pensava, eu ainda penso. E ainda posso mudar de opinião! Faz parte e vai me ajudar! E vai ser bom pra você também já ter idéias formadas, vai ajudar você quando for sua vez! Mas não me diga como fazer, mas sinta-se a vontade em dizer que você fará de tal forma. Se for uma boa ideia, com certeza acatarei como uma boa possibilidade!

Por favor! NAO DEFINA MEU PARTO!
Não é por eu estar gravida de gêmeos que a coisa mais lógica do mundo que será cesária! Muitos me falam por realmente não ter noção disso, o que não tem problema nenhum em me perguntar, mas outros, já na forma como falam parece que faz só pra cutucar..

Posso ser louca por querer um parto normal?!?!?! Você também pode ser uma louca por querer ter uma cesária! Pense nisso!

Não me incomodo de dizerem "Vai ser cesária neh juh?!" vou ter o prazer em lhe explicar as possibilidades e até quem sabe lhe contar o meu desejo, mas não venha me dizer "GÊMEOS??? É CESÁAAARIAA?!" como  me disseram, exatamente neste tom. Então, repito, não defina o que irá acontecer comigo. Pretendo viver um dia de cada vez! E as escolhas, farei conforme o tempo for passando e muitas coisas não terei escolha, somente tenho que me preparar para elas.

Também não defina quantos filhos eu terei. Não é porque eu vou ter dois de uma vez só que já tenho "que fechar a fábrica". E se quiser quatro, sete filhos?! Quem vai criar mesmo?! Também estou ciente do mundo em que vivemos e da nossa situação como família, então, acho que melhor que ninguém, nós como casal, podemos definir isso, aliás! mais tarde! Claro que seria ideal e até ótimo ficar por aqui mesmo, mas não significa que terá que ser. Não ligo de me perguntarem se vamos querer mais filhos, mas já adianto por aqui, não sei responder. Temos nosso desejo quanto a quantidade de filhos que queremos ter, mas dizer isso como algo já certo, seria insensato. Nem sei como vai ser ter os dois, correto?! Então, novamente, vamos viver um dia de cada vez!

"Sabes o trabalho que vais ter neh?!" Sei sim, mas não me adianta ficar remoendo tudo, então pretendo esperar chegar o momento, me preparar o máximo que posso, afinal, não vou poder fugir e como já sou ansiosa, ficar pensando não me ajudará em nada, e você ficar me lembrando a cada vez que ver minha barriga maior também não irá me ajudar!

Quando eu digo VOCÊ nesse post, não estou direcionando a ninguém especificamente, acredite. Mas digo para todas as pessoas inconvenientes que insistem em lembrar a cada vez que te encontra, o quanto será difícil e trabalhoso, principalmente fazendo aquela cara de "Deus me livre disso!" ou até mesmo falando.

Sei que vou surtar, chorar e acredite "eu também sabia que ia ser assim" mas todo ser humano tem direito de sentir algo, por mais que você que tenha escolhido e tomado aquela decisão.  

Por favor, respeite minhas decisões. Assim como todo pai e mãe, eu também busco o que será melhor para minha nova família!
  
Isso não significa que não quero ajuda de ninguém, ou visita de ninguém. Só quero que me respeitem, pois não me sinto obrigada só porque a pessoa fala ou age na boa intenção que eu tenha que aceitar tudo!
Eu vejo que tenho direito e me acho até no dever de dizer "sim, obrigada" ou "não, obrigada".
E não pense mal de mim por não aceitar uma ajuda talvez, não é que quero abraçar o mundo sozinha, muito menos quebrar a cara e muito menos que quero meus filhos só pra mim, somente em alguns momentos não acharei que será necessário. Se eu ver que realmente eu estava errada e que realmente preciso, serei humilde e voltarei e pedirei ajuda.

Gostaria de ter sido mais positiva, mas não poderia deixar de dizer tudo isso... Falei muito?! Falei! Além de normal hahaha eu precisava!

Agradeço todos os dias a Deus por eu ter uma família que me apoia e se mostra sempre pronta pra me ajudar, assim como meus amigos. Muitos tem colaborado para que tudo possa ocorrer bem! 

Acredite, também estamos curiosos, ansiosos e felizes! Quero aproveitar os bons momentos e quero que todos estejam comigo! Aliás, com nós quatro! :D



Beijos        

13 comentários:

  1. Muito bem colocado Juh, palavra por palavra!!!A gestação é sua, a experiencia e sentiemtno todo teu, e de modo especial o tipo de parto entre outros detalhes só compete saber o que é melhor..Escreveu muito, escreveu!rs Mas achei muito bacana cada pensameto seu aqui descrito, ach que define o pensamento de muitas gestantes de 1 viagem, mas que não sabem escrever, por pra fora de maneira tão clara, especifica e direta como vc o fez... Bjus e otima semana para vcs!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Eliane!!
      É bom saber isso rssss
      Porque a gente sempre fica meio assim de falar neh...
      bom, eu tenho que aprender a atualizar de repente mais vezes pra não escrever tanto hahaha

      beijinhooo

      Excluir
  2. Great :D Todo mundo fala muitas coisas sobre muitos assuntos sem pensar muito rsrsrs imagina então de filhos!
    Tudo de bom querida ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é complexo amiga!
      brigada por aparecer por aqui ;)
      te mandei email faz um tempinho!! recebeu?!

      bijokasss

      Excluir
  3. Ai Juhjuh, eu concordo plenamente contigo, tu já deve estar de saco cheio dos pitaqueiros de plantão, e isso que ainda faltam 6 meses pros seus babys chegarem, santa paciência, que Deus te dê muita pra aguentar hehehe

    Sabe que eu nem tenho filho ainda, mas as pessoas já se acham no direito de vir falar tudo que te falam, que filho dá trabalho, que gasta todo teu dinheiro, que tu não tem mais vida social, que não tem mais amigos, que não tem mais vida como casal e blá blá blá, mandam eu não inventar filho tão cedo. EU JÁ TO CHEIA DISSO, sério, é muito chato as pessoas se metendo na tua vida, sem eu ter perguntado nada. Sei bem que criança dá trabalho, já cuidei de muitas, já trabalhei em creche, tenho afilhadas que sou muito próxima e ajudei a cuidar desde que nasceram, eu sei muito bem como é.. claro que com filho é tudo mais intenso, mas cabe a nós decidirmos e queremos, quando queremos e QUANTOS queremos. E sabe o que mais? Quem mais fala tudo isso, é quem menos cuida dos filhos. Aqueles pais que terceirizam os filhos que falam isso, aqueles que cuidam mais, são mais próximos, que tem menos bens materiais, que não ganham grandes salários, amam a vida de pais e claro que sabem que dá trabalho, mas falam mais sobre a maravilha que é ter seus filhos do que do tanto de trabalho que dá.

    Desculpa o desabafo hehe mas é que isso me irrita muito. Saiba que tu vai ter trabalho sim, não vai ser fácil, tu vai ter vontade de largar tudo em alguns momentos, mas não preciso ficar te dizendo isso, te digo do amor que vai sentir pelos seus filhos, do quanto é maravilhoso tê-los, da alegria que tu vai ter todos os dias (e em dobro), de sorrisos dobrados, abraços dobrados, amor em dobro!
    Tu já deve conhecer esse blog Manual da família moderna, eu adoro, pois ela tem gêmeas, sempre fala da dificuldade, mas fala muito mais do lado bom, da alegria e já vi ela dizer que acha mais fácil ter duas assim, de uma vez só e sabe que eu concordo? Já nascem juntas, nunca estão sozinhas, aprendem juntas e não solicitam tanto a mãe, pois tem uma a outra pra brincar e se distrair, enquanto a mãe, por exemplo, come, toma um banho, descansa e etc. Acho o máximo ter gêmeos e sei vais ser uma mãezona, já és aliás. Deus te deu esses presentes pois sabe o quanto tu e teu marido são especiais e dão conta do recado.

    Desejo tudo de bom, muita saúde pros três e também uma cara de paisagem pros pitaqueiros chatos e insistentes hehehee

    Boa semana, beijoooos dobrados.

    ResponderExcluir
  4. campanha : "vamos aprender a fazer cara de paisagem para os pitaqueiros de plantão!" kkkkkkkkkk

    amei essa! hahaha
    até pq ou a gte aprende isso ou a gte avança neh Nicole! hauhsihsiua

    amei o que tu disse...faz sentido e eu nao tinha parado pra pensar...os que mais falam são os que delegaram seus filhos...triste...nao digo por parar pra pensar qm sao, mas por parar pra pensar mais nos que me incentivaram e me falaram as maravilhas da maternidade, embora com todas as dificuldades e essa vontade de as vezes jogar tudo pro ar.

    me diziam isso antes de engravidar tb, td o q dizem pra ti rssss

    haja paciencia mesmo...

    e vamos cultivar a paciencia! e a cara de paisagem ;)

    hahaha

    beijos triplos!!!

    ResponderExcluir
  5. ah! conheci recentemente o blog da familia moderna, me indicaram aqui no blog e ta sendo basicamente meu blog de cabeceira hehehe
    PErfeito demais! Meu Deus!
    mto obrigada!

    beijoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoreeeei a campanha, já estou começando a fazer agora, então imagine quando engravidar? Já vou estar craque na "cara paisagística" ahahahahaha

      Viuu? Eu comecei a observar as pessoas que falam só do lado "negativo" de ser mãe, e pensava: porque a pessoa tá dizendo isso, quem é ela pra falar?" porque justamente era alguém negativo e que delegava à outros a tarefa de cuidar e educar os seus filhos, assim comecei a fazer mais cara de paisagem hahahaha

      Adorei o blog de cabeceira, ele é muito bom mesmo!

      Beijãooo

      Excluir
  6. É isso ai prima, assino embaixo.
    Se bem que, eu também dou os meus pitacos né :x hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas pitacos permitidos neh
      ahsihaishiahsihaishsa

      e a gte tem liberdade de dizer se gostou ou não. é diferente ;)

      Excluir
  7. Adorei o desabafo e muito me identifiquei. Não tive gêmeos, mas ouvi muitos pitacos impositivos na gravidez.
    O que mais me dá nos nervos são aquelas pessoas que só porque têm mais de um filho se acham muito mais capacitadas do que a gente. Poxa, ter 2, 3, 4 filhos não quer dizer que sejam exemplos de mães, né?

    E olha, quanto ao parto, não se deixe abalar não. Eu sou gêmea, nasci de parto normal e eu estava sentada ainda por cima! Claro que minha irmã nasceu primeiro e estava cefálica, mas pode ter certeza que um bebê pélvico já é motivo para empurrarem uma cesárea. Ainda bem que estás com o Dr. Fernando e ele vai fazer o possível pelo teu parto.

    Beijos

    ResponderExcluir